Polícia despede-se depois de ser impedido de se ajoelhar durante os protestos em homenagem a George Floyd


Um polícia do Oklahoma despediu-se depois de a sua chefia o ter proibido de se ajoelhar durante os protestos em homenagem a George Floyd.

Após a proibição, o homem entregou o seu distintivo e juntou-se à manifestação.
"Tomem o meu distintivo, não voltarei mais", terá dito o homem, segundo reporta o próprio.

O agente estava a trabalhar numa prisão de Oklahoma City, no sábado, quando os manifestantes se aproximaram do local. Na sequência desta m anifestação, um carro da polícia terá sido incendiado e as autoridades dizem que os manifestantes estavam a tentar invadir o edifício.

O chefe desta esquadra da polícia conta que o agente em questão era um agente de detenção que preferiu juntar-se aos manifestantes e deixar os reclusos sem proteção. "Isto não faz qualquer sentido", afirma, referindo que para isso deveria "tirar um dia de folga".

Segundo o NY Post, o agente decidiu tirar a farda e juntar-se aos protestos.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem