Galo "julgado" por cantar demasiado cedo em França



Os donos de um galo foram levados a tribunal pelos vizinhos na ilha de Oleron, no oeste de França, porque a ave canta... demasiado cedo.

Os queixosos, um casal do continente que tem uma casa na ilha e só lá vai duas vezes por ano, queixam-se de que o galo madrugador não os deixa descansar.

Já o presidente da câmara da pequena localidade está contra os forasteiros.

"Hoje queixam-se do galo e amanhã será do quê? Do barulho das gaivotas? Do vento?", disse o presidente.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem