Coronavírus cada vez mais próximo de Moçambique "O Hospital Privado em Nelspruit na África do Sul foi fechado ao público ontem por causa de um caso de Covid-19"



O Hospital Privado "Busamed Lowveld", em Mbombela (Nelspruit), Mpumalanga (na África do Sul) foi fechado ao público ontem por causa de um caso de Covid-19. Uma fonte do hospital disse na segunda-feira que limitaria o acesso do público às instalações como medida de precaução para garantir que o protocolo correto fosse implementado. Segundo o gerente do hospital Andre Oosthuizen, todas as pessoas que estiveram em contato próximo com o caso confirmado no hospital foram notificadas e estão em quarentena.


O hospital está trabalhando em estreita colaboração com o Instituto Nacional de Doenças Transmissíveis (NICD) e o Departamento de Saúde para garantir que as medidas de segurança de pacientes e visitantes estejam em vigor.

O encerramento ocorre após denúncia de uma médica especialista da Mediclinic, confirmando que o cirurgião ortopédico, Dr Khun, operou durante uma semana pacientes no Busamed, depois de retornar recentemente de viagens ao exterior. Ele testou positivo para o Covid-19, e aguarda-se os resultados da sua esposa, que é anestesista.

Todos os que tiveram contacto com o Dr Khun estão agora de quarentena. A doutora que divulgou o caso disse que "não podemos ter um espírito de medo".


O Netcare Hospital Group, por sua vez, disse que implementou medidas rigorosas nas suas instalações para ajudar a conter a propagação da doença. O CEO do Netcare, Dr. Richard Friedland, disse que o grupo está implantando robôs de desinfecção por luz ultravioleta (UV) no seus hospitais. "Esses robôs móveis provaram ser extremamente eficazes na identificação e destruição de vírus, bactérias e esporos de fungos", disse ele.

Nelspruit dista cerca de 200 km de Maputo. E é destino de centenas de pacientes moçambicanos que vão lá em tratamento médico.(Carta)

Fonte: Carta

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem